• PT
  • EN

SET e Trinta Webinar Series: último painel da série abordou soluções em nuvem para indústria de mídia e entretenimento

Ao longo de praticamente um mês, a SET se reinventou devido à pandemia do novo coronavírus e trouxe uma série de webinars para discutir os principais assuntos do mercado de tecnologia audiovisual, mídia e entretenimento para manter o setor atualizado e movimentado.

O webinar que encerrou a série abordou soluções em nuvem (cloud) para indústria de mídia e entretenimento.

O moderador foi José Chaves Felippe de Oliveira, membro do Conselho Deliberativo da SET. Os palestrantes foram Marco Feliziani, da Embratel, e Eliésio Silva Júnior, da Harmonic.

Chaves fez uma pequena introdução dizendo que o cenário atual se apresenta como um turbilhão de mudanças.

“A pandemia tem causado mudança em diversos empregos e a tecnologia irá nortear essa mudança. O setor de radiodifusão terá que mudar seu mindset, quebrar paradigmas, mudar os workflows e ter as informações necessárias para tomar as melhores decisões”, afirmou.

Feliziani, gerente de produtos de Infraestrutura e Cloud da Embratel, tratou sobre a adoção de nuvem e inovação com a computação de borda.

Ele iniciou sua palestra destacando o fim da fronteira entre mídia e entretenimento (M&E) com o setor de tecnologia da Informação (TI), movimento que vem diversificando os negócios em nuvem no setor de radiodifusão.

Slide de apresentação M&E e TI | Créditos da Imagem: Maco Feliziani

Feliziani falou sobre a adoção de nuvem no mercado brasileiro de mídia e entretenimento e pontuou os principais desafios e benefícios.

Desafios:

  • Previsibilidade de consumo: recursos técnicos escaláveis necessitam de gerência

  • Segurança e compliance: Falta de arquitetura e estratégia de segurança

  • Competências e conhecimentos adequados: ausência de lições aprendidas e inexperiência

Benefícios:

  • Agilidade e escalabilidade: crescimento sob demanda no momento certo

  • Eficiência financeira: pagamento pelo uso e pela quantidade necessária

  • Tecnologia e inovação: Aquisição de serviços atualizados

Silva Júnior falou sobre as demandas para produção de conteúdo e como aplicações em nuvem facilitam e agilizam tal processo.

“Hoje, na nuvem, nós podemos fazer do ingest até o delivery. Então, qualquer demanda que surja hoje de processamento do sinal, de automatização, de processamento e de entrega, possui soluções implementadas e consolidadas”, afirmou.

A solução de cloud atualmente, segundo Silva Júnior, deve ser neutra, ou seja, a infraestrutura não deve ser empecilho para realizar a entrega do produto ou conteúdo.

“Uma solução neutral faz com que você cresça sua solução de acordo coma sua necessidade. Dessa forma, é possível fazer uma orquestração de todo o seu legado”, disse o executivo da Harmonic.

Ele finalizou destacando a existência da unificação entre as plataformas, pois “na nuvem hoje, através de seus trasncoders, através de suas conversões, é possível unificar toda sua produção e dali criar seus delivers.”