• PT
  • EN

SET Tech Webinar: Bitmovin apresenta panorama para codificação de vídeo em 2020

O encoding team lead da Bitmovin, Christian Feldmann, participou da terceira sessão do SET Tech Webinar que aconteceu na terça-feira, 19, às 14h30. Ele abordou técnicas de compressão, algoritmos e padrões relacionados à codificação de vídeo.

“As organizações, como a MPEG, estão em uma corrida para desenvolver os mais inovadores e eficientes padrões de compressão para a indústria de streaming de vídeo”, ressaltou.

A apresentação de Feldmann dividiu sua apresentação de acordo com três codecs: Essential Video Coding (EVC), Low Complexity Enhancement Video Coding (LCEVC) e Versatile Video Coding (VVC).

EVC

O executivo da Bitmovin falou primeiro das exigências do EVC: eficiência semelhante à HEVC, aplicações em tempo real e OTT e licenciamento livre disponível em tempo hábil.

“O perfil do EVC se baseia em tecnologias com licenciamento livre para utilização. Contudo, o perfil principal atualmente tem substituído estas tecnologias por tecnologias mais avançadas, complexas e eficientes”, afirmou.

LCEVC

O segundo codec apresentado foi o LCEVC, uma pura atividade de padronização MPEG. Este codec é direcionado para uma aplicação bastante específica. Basicamente, este é um codec de vídeo de várias camadas, muito semelhante à codificação escalonável.

“O LCEVC atua como um código de aprimoramento da qualidade do vídeo base. Ele faz isso adicionando mais informações, ou seja, se você tem dois fluxos de bits em camadas, o LCEVC pega a qualidade da camada base e adiciona outra reconstrução residual em cima. Depois você realiza algumas amostragens e adiciona outra decodificação residual. Como resultado, você obtém uma saída de maior qualidade e resolução mais alta em um fluxo de bits existente”, afirmou.

Segundo Feldman, a grade vantagem do LCEVC “é a baixa complexidade. É fácil decodificar a melhoria em cima do codec existente.”

VVC

Encerrando a tríade dos principais codecs do momento, Feldman falou do VVC, uma evolução do HEVC com melhorias em todas as áreas relacionadas a codificação de vídeo e versatilidade.

“É um codec muito versátil. Destina-se a aplicativos com baixo delay, aplicativos OTT, transmissão e tudo relacionado com o vídeo, basicamente”, afirmou.

Feldmann encerra destacando que “o VVC será o codec de vídeo mais eficiente que já existiu, pois a eficiência da codificação é bastante alta.”

“As pessoas vão querer ganhar dinheiro em cima disso. Veremos o que acontece. Ninguém sabe o que vai acontecer, pois a situação do licenciamento ainda é um grande ponto de interrogação”, concluiu.

Assista às prévias de cada sessão em nosso canal no YouTube: SET_TV.

Associe-se para assistir às gravações completas do SET Tech.