• PT
  • EN

RTP de Portugal utiliza câmeras Grass Valley em estúdio e UMs

Emissora pública adquiriu 49 câmeras LDX 82 Elite

A Rádio e Televisão Portuguesa, emissora pública de Portugal, adquiriu 49 sistemas de câmeras LDX 82 Elite, com licenças XDR, em seus estúdios e nas suas unidades móveis. A atualização para suas cadeias de câmeras d produção fornece suporte para HD e alto alcance dinâmico (HDR) nos eventos ao vivo da RTP e nas produções de estúdio e garante capacidade de aquisição à prova do futuro, afirma a Grass Valley em comunicado. A venda foi gerenciada pelo parceiro de canal português da Grass Valley, Ibertelco.

Com as novas câmeras instaladas, “a equipe de produção RTP pode alternar perfeitamente entre as resoluções (1080i, 720p e 1080PsF), enquanto o recurso PowerCurves lida com as imagens, mesmo nas condições mais desafiadoras. Quaisquer problemas de iluminação são resolvidos com facilidade usando a função de proteção de cores (Color Protect function) integrada do LDX 82 Elite,” afirma a companhia canadense.

Segundo a multinacional, “a padronização do sistema de câmeras faz parte da estratégia da RTP de reduzir o número de tecnologias em manutenção e garantir sua disponibilidade para futuros desafios no setor. Durante o rigoroso e muito competitivo processo de licitação, a Grass Valley saiu à frente da concorrência em termos de preço e desempenho”.

Marco Lopez, vice-presidente sênior de produção ao vivo da Grass Valley, comentou: “Estamos muito satisfeitos que a RTP tenha escolhido colocar as câmeras da Grass Valley na frente e no centro de seus fluxos de trabalho de produção ao vivo. Nossos clientes querem saber que estamos com eles na jornada à medida que passam pela atualização de novas tecnologias, hoje e amanhã. Como empresa, estamos comprometidos em garantir que qualquer investimento em nossas soluções ajude as emissoras e empresas de produção a se adaptarem às dinâmicas de mercado em constante mudança com a adição contínua de novas funcionalidades”.

Por Fernando Moura, em São Paulo