• PT
  • EN

SET e Trinta Webinar Series: convergência, confiança e conectividade do OTT

O OTT foi o tema da semana no SET e Trinta Webinar Series. Foram dedicados dois webinars para tratar de tendências, boas práticas, desafios e soluções para tornar plataformas de streaming produtos de relevância para os clientes.

O webinar desta quinta-feira, 16 de abril, foi moderado por Salutiano Fagundes, membro do Conselho Deliberativo da SET. Os palestrantes foram Mónia Gomes (MOG Technologies) e Hubert Legrix (Broadpeack).

Gomes iniciou as apresentações. Ela é presidente executiva da MOG aqui no Brasil e classifica as principais tendências do setor de OTT em três C’s: convergência, confiança e conectividade.

“Para a MOG, estas são as três principais tendências para o setor do entretenimento de mídia. O setor vem enfrentando uma nova e diferente onda de convergência. Os investimentos em novas tecnologia estão de acordo com os propósitos e capacidades das organizações para se adaptar às mudanças. Além disso, nunca foi tão importante entender o consumidor e colocá-lo no centro dos negócios”, afirmou.

Gomes encerrou sua apresentação destacando que o conteúdo ainda é o cerne do negócio:

“Como diria Bill Gates, ‘o conteúdo é rei’. No entanto, para distribuir conteúdo de alta qualidade, autoral e de relevância para o consumidor, a produção tem que estar moldada à digitalização e a produtos tecnológicos de primeira linha”, afirmou.

O diretor de vendas da Broadpeak, Hubert Legrix, fechou o webinar listando o que ele identificou como “melhores práticas dos OTTs mais bem sucedidos do mercado”.

Engajamento do cliente: colocar o consumidor no centro do negócio. Identificar seus hábitos de consumo;

 

Cooperação entre os players: por maior que seja a concorrência, as empresas precisam se reinventar constantemente e, para sobreviverem, precisam atuar em parceria;

 

Multitela: é preciso estar presente em qualquer tipo de tela como TV, smartphone ou notebook. O consumidor deve ser capaz de acessar o conteúdo na plataforma que quiser;

 

Investimento em marketing social: foco no nicho de audiência, na capacitação do público e no estímulo ao engajamento social nas mídias sociais;

 

Trabalhar com um conjunto de tecnologias: aliar qualidade e experiência com a capacidade de analisar métricas (analytics).

Créditos da Imagem: Hubert Legrix