• PT
  • EN

Faixa de 700MHz de telefonia liberada em 66 cidades de São Paulo

TIM ativa a frequência para aumentar à rede 4G existente nos municípios, e afirma aumenta cobertura e melhora as ligações via VoLTE

A TIM ativou no mês de julho a frequência de 700MHz na tecnologia 4G em mais 66 municípios do interior, chegando à marca de 300 cidades com esta faixa de frequência no estado. A nova faixa – frequência mais baixa que as usadas anteriormente – tem maior alcance de cobertura, proporcionando melhor experiência dos clientes, que terão sinal mais intenso e com melhor qualidade em locais mais afastados e distantes das antenas, além de ambientes indoor, como shoppings, estacionamentos subterrâneos etc, afirma a empresa em comunicado. Vale a pena lembrar que a faixa foi deixa de utilizar pelas emissoras de TV quando se realizou o apagão analógico de TV.

A TIM afirma ainda que outras localidades também contarão com a nova frequência ainda neste mês, antecipando compromisso com a Anatel (TAC). A previsão da empresa é de fechar o ano de 2020 com mais de 500 municípios paulistas usufruindo da tecnologia. Em todo o país, já são 2.852 municípios atendidos pela TIM nesta faixa, incluindo todas as capitais.

“Os clientes TIM destas cidades vão perceber imediatamente a melhora do sinal 4G, principalmente em locais mais distantes dos nossos sites e ou em ambientes internos e até mesmo subsolos. Por ter uma frequência mais baixa, o sinal tem maior alcance e maior poder de penetração, proporcionando melhor qualidade não só no uso de dados, mas também na voz pela tecnologia VoLTE que só a TIM tem para oferecer nestas cidades”, afirma Célio Lana Miranda, gerente de Engenharia Móvel da TIM São Paulo.

A empresa afirma que “a faixa de 700MHz foi liberada par uso das operadoras depois do desligamento do sinal analógico da TV aberta. Sua utilização é estratégica para a performance dos serviços oferecidos pela TIM na rede 4G, pois além de ampliar a cobertura, pode aumentar sua capacidade de transmissão de dados. A TIM adquiriu o direito de operar na frequência de 700 MHz após vencer um dos lotes do leilão de faixas promovido pela Anatel em setembro de 2014. O investimento da empresa foi de R$ 2,85 bilhões nessa aquisição”.