• PT
  • EN

RPC TV apresenta Rocket 2020

Um dos principais realities de empreendedorismo e inovação da televisão brasileira volta ano que vem a afiliada da Globo no Paraná

Foto:Priscilla Fiedler

O Rocket Startup 2019 foi sucesso em inscrições, audiência, engajamento e também comercialmente. Agora, pouco mais de 60 dias após a edição desde ano, a RPC – afiliada Globo no Paraná – que idealizou e produziu o reality, lança o Rocket 2020, maior e ainda mais emocionante, afirma a emissora.

Na competição deste ano foram mais de 200 inscritos e seis iniciativas foram selecionadas para disputar a competição. Eles participaram de palestras e mentorias com grandes profissionais do mercado e a equipe vencedora foi a Byke Station, com a final transmitida pela web. Para a edição 2020 serão 36 startups participantes, em seis novas órbitas. São diversos segmentos para que as iniciativas apresentem, com mais detalhes, os projetos e ideias para a sociedade. As startups seguirão os seguintes ecossistemas: Agro; Sociedade, cultura e educação; Cidade e mobilidade; Varejo; Alimentação, saúde e esportes; e Gestão, finanças e open.

Foto:Priscilla Fiedler

Eduardo Boschetti, diretor-geral da RPC, explica que muitos fatores garantiram o sucesso do projeto e, por isso, a segunda edição foi formatada de maneira tão rápida e ainda mais ousada. “Ficamos impressionados, desde o começo, com a repercussão do reality. A equipe interna se apaixonou pelo projeto e, com importantes parceiros que acreditaram e abraçaram a ideia, fizemos tudo aquilo acontecer. Foi fantástico!”.

“Agora não é diferente. Fizemos o lançamento desta nova edição e uma das duas cotas de patrocínio já foi vendida para uma grande parceira: a VIASOFT. O momento que vivemos em Curitiba e em várias regiões do Paraná é super especial, propício à inovação e ao desenvolvimento. Tudo a ver com a nossa missão, com o nosso DNA. O time está a todo vapor para juntos, fazermos do Rocket 2020 mais um grande case de sucesso para a RPC, para os nossos clientes e, principalmente, para o ecossistema de inovação”, avalia.