• PT
  • EN

DTV Play nas Smart TVs brasileiras em 2021

No próximo ano, 30% dos aparelhos terão que ter o Perfil D do Ginga (DTV Play) embarcados, com a perspectiva de que até 2023, o 90% tenham a tecnologia

A Portaria Interministerial nº 40, que “altera o Processo Produtivo Básico para o produto Televisor com Tela de Cristal Líquido, industrializado na Zona Franca de Manaus”, publicada nesta terça-feira (28/07) determina que, a partir de 2021, os televisores tenham o DTV Play (Perfil D do Ginga), recurso de interatividade do padrão de TV digital aberta brasileira. A portaria emitida pelo Governo Federal alterou o PPB – Processo Produtivo Básico – para produção de televisores com tela de cristal líquido.

Aplicativos para o perfil D do Ginga permitirão uma nova forma de interação dos telespectadores com o conteúdo disponibilizado pelas emissoras, tanto via broadcast como broadband. Entre os benefícios, os consumidores poderão acessar os aplicativos, sem saírem do ambiente da TV aberta.

No Artigo 10 da Portaria fica definido que “Os televisores com tela de cristal líquido deverão incorporar a capacidade de executar aplicações interativas radiodifundidas (middleware Ginga), conforme definido na Seção 9 da ABNT NBR 15606-1″. Assim, com o DTV Play, explica o comunicado do Fórum do Sistema Brasileiro de Televisão Digital Terrestre (Fórum SBTVD) “os noticiários, as novelas, reality shows e os comerciais terão um viés muito mais interativo e moderno. Os telespectadores terão experiências parecidas com as encontradas atualmente nos serviços de streaming“.

De acordo com José Marcelo Amaral, presidente do Fórum SBTVD, com a portaria divulgada pelo Ministério, o esforço de todos que trabalharam na especificação desse novo padrão foi recompensado. “O Fórum do Sistema Brasileiro de Televisão Digital Terrestre  mais uma vez demonstra sua vocação para desenvolver pesquisas e inovações tecnológicas referentes à TV digital aberta, promovendo a melhoria contínua do serviço de TV”, destacou.

Desde seu lançamento em 2007, a interatividade passou a ser um importante componente e diferencial do sistema de TV digital brasileiro, sendo inclusive fator de motivação pela adoção de outros países, e o Ginga é reconhecido pelo ITU (International Telecommunication Union) como padrão IBB – Integrated Broadcast-Broadband desde 2018.

“Nós estamos muito felizes que o sistema especificado pelo Fórum será usado nos aparelhos de televisão Smart, progressivamente, até 2023, trazendo inúmeros novos serviços para a população. E estará à disposição de todos os segmentos que produzem TV aberta e streaming no Brasil”, ressalta o executivo.

O DTV Play, o mais novo perfil do Ginga, é o resultado do trabalho conjunto dos setores de academia, radiodifusão, recepção, software, transmissão e do governo brasileiro, que compõe o Fórum SBTVD, finaliza o comunicado.

Por Fernando Moura, em São Paulo